Como a Moda sustentável tem ganhado cada vez mais espaço no Mundo Fashion

Como a Moda sustentável tem ganhado cada vez mais espaço no Mundo Fashion

A moda sustentável é um dos assuntos mais falados neste ano de 2021, diversas empresas têm apostado no tema para engajar a sua marca.

Com o novo perfil de consumidor, as indústrias têxteis tiveram que se adequar a novos modelos de produção, investimento em matéria-prima sustentável e ações de responsabilidade socioambiental.

Essa necessidade de investir em um impacto mínimo no meio ambiente, com uma linha de produção verde, valorização dos trabalhadores têm movimentado e influenciado as atividades de diversas indústrias têxteis.

Conheça as marcas que apostam na moda sustentável

A OSKLEN foi a marca pioneira de moda Sustentável no Brasil, utilizando matéria-prima como couro pirarucu, seda orgânica, tecidos recicláveis, tingimentos com corantes naturais, fios reciclados e eco-juta para produzir suas peças.

Nessa lista de marcas que adotaram novos modelos de produção verde está a marca brasileira Reserva, que produz suas peças com poliamida biodegradável, fios que podem ser descartados em aterro sanitário, pois se degradam em até três anos.

Outro exemplo, é a grande rede varejista Renner, que relançou no mês de dezembro de 2020 uma Coleção de Jeans sustentável ou Eco-Friendly para suas peças.

Além das peças Jeans, a empresa aposta em camisetas, camisas e regatas produzidas com algodão de fios reciclados ou até mesmo orgânicos.

Não é só com algodão e denim que a empresa trabalha, peças com tecido em viscose sustentável também são encontradas em suas coleções.

Além disso, uma nova marca sustentável foi lançada este ano na Semana de Moda em Paris, a AZ Factory do ilustre estilista Alber Elbaz e o Grupo Empresarial Suíço Richemont.

O propósito da marca é ser o mais sustentável possível, com uma tendência Slow Fashion e destinada a um público de consumidores mais jovens.

Modelos de produção verde nas indústrias têxteis

A evolução tecnológica, responsabilidade quanto ao meio ambiente e as mudanças na forma de consumir são os principais motivos para as indústrias têxteis adotarem novos modelos de produção.

Por isso, os modos de produzir as peças precisam se alinhar a este novo mercado, adotando práticas de uma produção verde e com viés de responsabilidade social.
Sendo assim, muitas empresas mudaram sua forma de trabalhar, apostando em práticas menos prejudiciais, onde destacamos algumas delas:

Reutilização da água usada na produção;
Utilização de matéria-prima com fios reciclados;
Reciclagem dos resíduos;
Aplicação de um Sistema Big Data;
Investimento em automação industrial.

Entretanto, nessa lista de ações também estão a escolha dos fornecedores, que devem estar alinhados com o mesmo propósito de negócio.

Um exemplo, são as etiquetas com fios reciclados que proporcionam um acabamento ideal para sua peça, mantendo a perspectiva sustentável da sua empresa.

Investir em uma moda sustentável não é só pensar na diminuição do impacto ambiental, mas também é se preocupar com as gerações futuras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *